De bebida dos Deuses até o tablete que você está comendo agora: conheça a história do chocolate.

A civilização Maia já cultivava cacau e os imperadores astecas o consumiam em forma de bebida para ficarem ligadões. Mas da bebida amarga e medicinal até a maravilhosa iguaria que conhecemos hoje, qual foi o caminho percorrido?

Breve relato do chocolate no tempo.

As primeiras plantações de cacau de que se tem história foram cultivadas pelos Maias, 600 AC. As amêndoas de cacau, tão valiosas que eram, serviam como moeda deste povo.

Chocolate como bebida.

Os imperadores astecas costumavam beber o resultado de amêndoas de cacau trituradas, misturadas a água e baunilha ou especiarias. O açúcar só foi adicionado pelos Espanhóis para diminuir a adstringência do cacau muitos anos depois, à época da colonização do México – por volta de 1520.

O leite só foi adicionado à mistura em 1727, na Inglaterra.

Tida como uma bebida que “acionava a inteligência e sagacidade”, o chocolate era basicamente uma forma de cuidar da saúde, porém o teor de gordura contido (já) era uma preocupação. Como o cacau é constituído de, basicamente, 50% manteiga de cacau, não havia como ser diferente.

Buscando uma maneira de extrair a gordura presente no cacau, os holandeses inventaram a Prensa de Cacau, onde as amêndoas de cacau eram prensadas e cerca de metade de sua gordura era extraída, resultando em um bolo de sólidos de cacau que poderia ser ralado para se obter um pó menos gorduroso.

Bebida dos Deuses
Bebida dos Deuses

Chocolate para comer.

O chocolate de  comer, tal como conhecemos hoje, foi uma invenção baseada na necessidade de achar utilidade para a manteiga de cacau que sobrava depois de prensado. Artesãos resolveram triturar o cacau junto com açúcar e adicionar a manteiga de cacau sobressalente, resultando em uma barra sólida a temperatura ambiente. Desta forma, ela envolveria as micropartículas  dos sólidos, e ao ser mordida, a manteiga de cacau se derreteria lentamente, liberando os sabores.

Foi então que, em 1847, foi inaugurada na Inglaterra a primeira fábrica de chocolate em barra.

Somente em 1875 surgiu a idéia de adicionar leite ao chocolate – e não poderia ser ninguém mais que um suíço!

A demanda pelo chocolate foi crescendo, as indústrias se aperfeiçoando, até que em 1880, Rodolphe Lindt conseguiu criar uma máquina que conseguia fazer com que todas as partículas de cacau, mesmos as minúsculas, fossem cobertas pela manteiga de cacau – criando um chocolate mais macio e sem grumos. Além de melhorar a textura, este processo deixava o chocolate menos ácido, pois evitava aglomerações dos sólidos do cacau.

Este foi um marco muito importante, porém a indústria não pára de estudar e aperfeiçoar a fabricação desta iguaria – para nossa sorte.

Chocolate Branco.

O primeiro chocolate branco foi produzido em 1930. Composto açúcar, manteiga de cacau e leite, ele não carrega os antioxidantes presentes no cacau. Portanto, é somente uma guloseima doce e de textura agradável, mas com poucos benefícios para a saúde.

Chocolate para todos os gostos.
Chocolate para todos os gostos.

 Melhoramentos e Pioramentos

Como em toda evolução, os resultados podem ser melhores ou piores, dependendo do referencial.

As máquinas para processamento de chocolate, as técnicas de cultivo, colheita, fermentação e torração evoluíram, podendo oferecer produtos de qualidade cada vez maior em menos tempo.

Porém, com a popularização do chocolate, o fator custo fala alto e a indústria está sempre buscando soluções para massificar o produto tornando-o mais barato e mais “controlável”. Podemos citar como exemplo a criação das gorduras equivalentes para substituir a manteiga de cacau, adição de fibras artificiais, cacau em pó e outros ingredientes sintéticos substituindo a matéria prima oriunda do cacau, além do excesso de açúcar e aromatizantes que mascaram o sabor de um chocolate ruim.

Tudo pode ser controlado por meio de legislação, mas já vimos que no Brasil a regulação é meio… vaga demais. Sendo assim, cabe ao pequeno produtor e aos consumidores mais informados tentar mudar esta cultura em nosso país, fazendo a população reconhecer e passar a consumir um bom chocolate.

Vamos em frente, nós conseguiremos!

Anúncios

Um comentário sobre “De bebida dos Deuses até o tablete que você está comendo agora: conheça a história do chocolate.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s